Todas as Notícias - Roubo e furto de veículos tem aumento no primeiro trimestre de 2017

O número de eventos envolvendo veículos rastreados pelo Grupo Tracker – maior empresa de rastreamento e localização de veículos do país – cresceu 5,68% no 1º trimestre deste ano, em relação ao trimestre anterior. Ao todo, foram 1339 chamados entre os meses de janeiro e março de 2017, contra 1267 eventos de outubro a dezembro de 2016.

As modalidades que registraram maior alta foram veículos pesados (24,74%), utilitários (24,43%) e automóveis (4,31%).

O gerente de Operações do Grupo Tracker, Rodrigo Boutti, destaca que, no caso dos caminhões, houve “um significativo aumento no número de eventos em que ficou evidente a procura pelo cavalo mecânico, muito provavelmente relacionado ao abastecimento de peças em desmanches”.

 

No caso dos utilitários, a alta também é uma consequência da procura por peças de reposição em desmanches e ainda pelo aumento do roubo de cargas. “Estes veículos também transportam cargas e acabam virando alvo dos bandidos”, completa Boutti.

 

O Grupo Tracker é a maior empresa de rastreamento do país e oferece produtos para os mercados Segurador, Transporte e Logística, Construção Civil e Agrícola, além de veículos de passeio.

Em 16 anos de atividade, o Grupo Tracker já recuperou mais de 42 mil veículos, evitando um prejuízo de cerca de R$ 3,9 bilhões. A tecnologia utilizada nos rastreadores da Tracker é a radiofrequência, considerada a melhor solução para roubo e furto e imune à ação de inibidores de sinais – jammers. Também oferece produtos baseados no GPS/GPRS indicados para monitoramento e gestão de frotas. Todos certificados pela ANATEL e ANAC. Os produtos com radiofrequência têm ainda a certificação do CESVI (Centro de Experimentação e Segurança Viária).
 

Comentários


Pouco Muito





Captcha Image