icone  esqueço
Novidade é aqui mesmo!

Blog da Tracker

Fique por dentro de tudo que acontece no Universo Tracker - notícias, estudos, ocorrências de roubo ou furto, novidades, lançamentos de produtos e muito mais! Chegou o Blog da Tracker!

ilustração caçador tracker
O Caçador Tracker
December 10, 2020

Blindar carro: quanto custa? Vale a pena? Saiba tudo

blindagem-de-carros

Blindar carro vale a pena? Quanto custa? Saiba tudo!

Sempre que o assunto é segurança pública, o que vem à cabeça é o avanço da violência no Brasil. Os altos índices de roubos e furtos de veículos, que em abril tiveram um aumento de 14,5% nas ocorrências em plena pandemia, fazem muitas pessoas se interessarem por blindar o carro.

De fato, esse mercado é muito promissor por aqui. Mesmo com os elevados custos do serviço e da manutenção do carro blindado, o Brasil tem o maior mercado de blindagem de veículos no mundo

Para se ter ideia, em 2017 o México atingiu quase 3 mil carros blindados no ano, um número muito bom para outro mercado de destaque no segmento. Enquanto isso, o Brasil teve um desempenho modesto, mesmo assim foram blindados cerca de 15 mil novos veículos.

Tudo isso pode estimular o motorista preocupado com sua segurança a fazer a blindagem do veículo ou mesmo comprar um carro blindado. Porém, antes de tomar essa decisão é preciso entender o tamanho do investimento necessário, como isso afeta o valor de revenda do veículo e o que diz a lei sobre o assunto.

Tire todas suas dúvidas sobre carros blindados agora mesmo. Além de mostrar quanto custa para blindar o carro, como é feito o serviço e o tipo de proteção que pode ser obtido, vamos conferir se vale a pena blindar carro usado, comprar veículos com blindagem feita e como regularizar a blindagem.

Legislação sobre carros blindados no Brasil

Antes de mais nada, é preciso saber que a regulamentação de carros blindados no Brasil é feita pelo Exército. Antigamente, a empresa blindadora solicitava a autorização para executar o serviço em cada modelo. 

Em 2017, as regras mudaram e o proprietário que deseja blindar o carro precisa tirar o Certificado de Registro. Para isso, é preciso buscar a instituição e preencher uma série de formulários, além de anexar documentos que comprovem os antecedentes criminais e o motivo para blindagem do veículo.

O custo para tirar o CR é de R$ 100,00. Porém, recomenda-se fazer a solicitação junto a um despachante especializado ou empresa blindadora, o que pode encarecer o pedido. A emissão do CR pode ser feita no período de 3 a 30 dias, em média, com validade de 3 anos.

A especificação de que o veículo é blindado deve constar no CRLV. Caso contrário, o veículo poderá ser apreendido e a transferência do mesmo no futuro pode ser mais complicada.

Outro ponto que vale a pena mencionar é em relação a blindagem dos vidros do carro. Como o processo consiste na aplicação de lâminas de proteção balística, é comum ocorrer o descolamento, chamado de delaminação, por conta da exposição do carro ao clima.

Anteriormente, era permitido “colar novamente” as lâminas soltas. No entanto, como isso pode prejudicar a eficácia da proteção, esse cuidado paliativo não é mais permitido.

Por fim, temos a determinação sobre o nível de proteção permitido para uso geral. Seguindo a tabela abaixo, fornecida pela ABRABLIN - Associação Brasileira de Blindagem:

Como podemos observar, o nível de blindagem mais alto para veículos pessoais é o III-A, capaz de suportar armas de fogo como revólveres e submetralhadoras com munição especial, como 9mm FMJ e 44 Magnum SWC de chumbo.

As blindagens mais pesadas, capazes de suportar tiros de fuzil de alto calibre, são de uso restrito das forças armadas. 

Como é feita a blindagem de veículos?

Blindar carro é basicamente aplicar uma armadura ao veículo. Para o procedimento, o veículo deve ser desmontado totalmente, à exceção do conjunto do motor, sistema de câmbio e painel. Para blindar o carro, é utilizado a blindagem opaca na lataria e transparente nos vidros, obviamente para manter a visibilidade.

A primeira parte do processo de blindar carro envolve aplicar as camadas transparentes nos vidros, compostas por vidro e acrílico. Elas são aplicadas na parte interna do carro, utilizando uma cola especial à alta temperatura, para garantir firmeza e qualidade na fixação.

Depois, é hora de realizar a blindagem da lataria. São instaladas até 12 camadas de manta de aramida, uma fibra com excelente resistência mecânica, combinada com aço inox laminado que é fixado a frio. Devido a complexidade do processo de blindagem de veículos, a instalação completa pode levar até 45 dias.

Uma vez com o carro blindado, a validade da blindagem é de 3 anos. Especialistas apontam que a blindagem da lataria dura mais, porém o problema maior são os vidros, que conforme mencionamos antes, podem sofrer delaminação, principalmente no caso do carro blindado ficar constantemente exposto ao sol.

Perguntas frequentes sobre carros blindados

Com um assunto tão complexo, é normal que sejam levantadas muitas dúvidas a respeito de blindar carros. Para ajudar, selecionamos algumas das maiores dúvidas sobre carros blindados e vamos respondê-las agora. Confira:

Quanto custa blindar um carro?

É de se imaginar que o valor para blindar carro não seja barato, só de observar o tempo e as regras a serem seguidas para iniciar o processo. De modo geral, o custo para blindar um carro de passeio fica na faixa de R$ 40 mil a R$ 60 mil, praticamente o custo de um carro popular zero km.

A conta fica ainda mais salgada para caminhões, onde a blindagem pode custar até R$ 1 milhão. É interessante destacar que em poucos casos esse investimento é justificado, depende muito da carga e região onde o veículo pesado irá circular.

É possível comprar carro blindado de fábrica?

Sim, algumas montadoras oferecem blindagem de fábrica, um opcional bem mais seleto, exclusivo de modelos de luxo. Um exemplo disso são os carros blindados de série da Volvo, presente nos modelos XC90, XC60 e XC40, com blindagem leve.

Vale destacar que para o mercado externo, a fabricante oferece o XC90 com blindagem pesada, que é de uso restrito no Brasil, por isso não temos essa opção disponível.

Qualquer carro pode receber blindagem?

Não é recomendado aplicar a blindagem em qualquer veículo. Isso ocorre por conta do peso extra que o automóvel precisa dar conta de carregar. Com tantas camadas extras de proteção, blindar carro pode acrescentar de 200 a 800 quilos ao peso total.

Dessa forma, a capacidade de carga do veículo deve ser considerada. Ele precisa contar com motorização capaz de suportar e impulsionar todo esse peso, além da carga do carro e seus ocupantes.

Vale a pena comprar carros blindados usados?

Carros blindados usados são uma opção interessante para evitar todo o transtorno e investimento inicial de fazer a blindagem, no entanto é importante ficar atento a alguns fatores.

Primeiro, na hora de escolher o veículo é interessante optar por um modelo com motor forte, para garantir que o desempenho será satisfatório mesmo com o peso extra. Depois, é importante conferir se o veículo blindado está regulamentado e conta com a aprovação do Exército, o que pode ser consultado pelo CRLV.

Por fim, vale fazer uma avaliação mais detalhada das condições do automóvel. Pergunte quando foi executado o serviço de blindagem do veículo, para ter ideia da validade, e verifique como estão os vidros e portas.

Caso note delaminação ou sinais de infiltração, é melhor passar para outra, pois a umidade no interior do veículo pode danificar a aramida e diminuir sua vida útil. Isso sem mencionar o fato que a delaminação exige nova blindagem.

Uma alternativa é comprar um veículo usado, já mais em conta pela desvalorização de mercado, para então fazer o investimento de blindar o carro.

Como é a manutenção de carros blindados?

A manutenção de carros blindados é um pouco mais cuidadosa do que carros sem essa proteção. O peso adicional da blindagem é, mais uma vez, o principal responsável por isso. Isso porque ele força mais o desgaste dos pneus, sistema de freios e amortecimento, que devem ser verificados com maior frequência.

Por outro lado, a limpeza dos vidros deve ser feita com extremo cuidado, para evitar o desgaste da fixação. É recomendado que se mantenha os vidros sempre fechados, para não forçar o mecanismo e acabar com a janela emperrada e entreaberta.

Não deixe de ficar atento aos cuidados básicos com o veículo, blindado ou não, para garantir sua conservação e desempenho por mais tempo.

Seguro para carros blindados é mais caro ou mais barato?

Infelizmente o seguro para carros blindados é mais caro do que carros sem essa proteção. Apesar da chance de roubos de veículos ser menor, o custo de reparo em veículos com blindagem é maior, já que é preciso refazer a proteção danificada.

Ainda assim, fazer um seguro veicular é importantíssimo para evitar maiores prejuízos com o carro em caso de acidentes.

Dicas de segurança (até para quem tem carro blindado)

Independente de blindar o carro ou não, ter uma atitude consciente e preventiva pode ajudar na segurança e proteção do seu bem e também da sua vida. Para auxiliar nessa tarefa, separamos algumas dicas.

Primeiramente, faça o seguro veicular. Ele protege o seu patrimônio e o seu bolso em caso de acidentes, panes, roubos e furtos. 

Em caso de assaltos, busque manter a calma e raciocinar com agilidade. Com o carro blindado, é essencial que você saia do campo de ação dos criminosos rapidamente, para evitar que ataquem o motor ou pneus do veículo, que continuam vulneráveis.

Para quem não tem o carro blindado, evite reagir a assaltos e priorize a sua vida e dos ocupantes do veículo. Além disso, considere contratar a proteção contra roubos e furtos do rastreador veicular Tracker.

Ele auxilia na localização do veículo roubado e possibilita a sua recuperação, acionando nossa equipe de suporte que responde prontamente e aciona as autoridades para agir com total segurança.

Faça sua cotação e veja como proteger o seu veículo com as soluções da Tracker!


Categoria: