icone  esqueço
Novidade é aqui mesmo!

Blog da Tracker

Fique por dentro de tudo que acontece no Universo Tracker - notícias, estudos, ocorrências de roubo ou furto, novidades, lançamentos de produtos e muito mais! Chegou o Blog da Tracker!

ilustração caçador tracker
O Caçador Tracker
December 18, 2020

Carros que voam: uma realidade já em 2020

carros-que-voam

Carros que voam: da ficção científica a realidade

Dos apaixonados por ficção científica a motoristas presos no trânsito das cidades, todos já sonharam em ver um dia carros que voam. Um avanço tecnológico da mobilidade urbana que esteve presente nas previsões mais otimistas em relação ao futuro.

E agora, parece que essa utopia está cada vez mais próxima. Projetos de carros voadores em 2020 são um investimento a longo prazo, mas que recebem a atenção de diversas marcas e empreendimentos. Ainda que esteja em seu início, para dizer a verdade, cada conquista do segmento nos coloca mais próximos do futuro.

Quer pegar carona nessa viagem? Então continue lendo. Nesse artigo iremos abordar a realidade dos carros que voam, quais os projetos mais promissores, quais empresas estão investindo no segmento e, talvez o mais importante, quais desafios precisam ser superados para “ter um desses na garagem”. 

Tecnologias que dão asas aos carros e à imaginação

Não é porque algo parece distante ou impossível que não podemos sonhar com isso ou mesmo buscar que se torne realidade. Faz parte do ser humano ser curioso e, sobretudo, inventivo. Esse talvez seja o grande motivador para a busca pela viabilização dos carros que voam.

Viabilização sim, no sentido de serem incorporados com segurança ao mundo em que vivemos. Porque existir de fato, carros voadores já existem. Existem muitos projetos em desenvolvimento, alguns em fase de testes e até aqueles que já podem ao menos rodar nas estradas e serem emplacados.

No geral, tecnologias que vemos no dia-a-dia, são a base para tornar os carros que voam em algo possível. Carros autônomos, carros que estacionam sozinhos, carros elétricos e outros, o núcleo deles está por trás de tudo isso.

Uma das preocupações em torno dos carros voadores é a autonomia de voo, que tem nas compactas baterias de lítio sua melhor aposta. Além disso, a decolagem é um fator chave. Enquanto alguns modelos necessitam de uma pista para pousos e decolagens, a principal escolha é a tecnologia VTOL, sigla para decolagem e pouso verticais, que já está presente em algumas aeronaves.

Dessa forma, seria possível pousar e decolar de qualquer lugar, dependendo apenas acertar as “questões burocráticas”, como autorizações, planos de voo e afins. Enquanto essas tecnologias não estão avançadas o suficiente, os modelos mais promissores do momento criaram suas próprias soluções. Veja a seguir.

Projetos mais promissores de carros que voam 

Como mencionamos, existem diversos projetos para carros que voam ao redor do mundo. Diferentes designs, materiais e tecnologias se fazem presentes nesses projetos. No entanto, alguns se destacam pela solidez, bons resultados apresentados nos testes iniciais e por apresentarem soluções no mínimo interessantes para os desafios do segmento. 

KleinVision Flying Car

Em novembro de 2020, a KleinVision divulgou o vídeo do teste de carro voador. Chamado simplesmente de AirCar, o modelo criado pela empresa originária da Eslováquia fez 2 voos de aproximadamente 7 minutos cada, atingindo uma velocidade de 200km/h e altitude na casa dos 300 metros. Veja como foi:

O AirCar da KleinVision, que foi pilotado por seu criador Stefan Klein (isso que é confiança), leva 3 minutos para se transformar entre o modo de rua até a configuração de voo, tudo de modo automático, sem o motorista/piloto precisar fazer qualquer esforço.

Para pousos e decolagens, este modelo de carro voador precisa de uma pista de pelo menos 300m. Embaixo do capô, por assim dizer, o protótipo é impulsionado por um motor de motocicleta BMW de 1.6 litros, 6 cilindros e 140hp.

No momento, o plano da empresa é realizar cerca de 50 horas de voos testes, substituir o motor BMW por um mais apropriado para aeronaves, obter todas as certificações necessárias e, em 2021, começar a vender o carro.

Pal-V Liberty

Auto-proclamado o “primeiro carro voador do mundo”, o que é merecido, mas também um tanto duvidoso, o Pal-V Liberty é um modelo que em modo de voo funciona como um girocóptero, que além das hélices também apresenta um propulsor traseiro.

O modelo é movido à gasolina, pode voar até 500 km e rodar por mais de 1,3 mil km. O interessante é que o Pal-V Liberty já possui autorização para rodar na Europa e até mesmo ser emplacado. Para o modo de voo, o primeiro carro que voa no mundo ainda está em busca de certificações.

A decolagem não é vertical, lembrando que o girocóptero, diferente de um helicóptero, não decola dessa forma. Por isso, para transformar do modo de rua para o de voo, é necessário ir a uma pista de pousos e decolagens.

Pesando 660 kg e com o preço de 500 mil euros, caso esteja se perguntando quanto custa um carro voador, o modelo Liberty Pioneer é mais barato que um helicóptero e tem capacidade para 2 pessoas, além de um pouco de bagagem, cerca de 20 kg. Segundo a própria montadora, o condutor precisa ser habilitado para usar cada função, na pista ou no ar.

Veja o vídeo do Pal-V Liberty Pioneer, o primeiro carro voador em produção no mundo:

Principais desafios para carros voadores

Mesmo com tantas empresas investindo pesado no setor, como a Uber Air, EmbraerX, Toyota e muitas outras, existem uma série de desafios para que os carros que voam participem ativamente da mobilidade urbana, seja no uso pessoal ou por empresas de transporte.

Isso ocorre principalmente por 3 desafios, que são:

Licença para voar e dirigir: O primeiro desafio é a questão da habilitação para dirigir e pilotar, que certamente precisará de uma nova categoria para facilitar a regulamentação. Dessa forma, antes de investir em um carro voador, será preciso tirar o brevê do piloto.

Plano de voo: o segundo desafio é a questão do plano de voo. A Pal-V afirma que não é necessário plano de voo, por conta do modelo não utilizar espaço aéreo controlado. No entanto, isso certamente irá depender das regras de cada país e por segurança, provavelmente não será tão livre assim.

Infraestrutura: por fim temos o desafio da infraestrutura. Mesmo na Europa, que certamente é o mercado mais desenvolvido e pronto para incluir carros que voam nas opções de mobilidade urbana, não é viável ter uma pista de pouso disponível em qualquer lugar. Mesmo no caso dos modelos que investem na tecnologia VTOL, seria necessário o mínimo de um heliponto com pista de acesso.

Todos esses fatores precisam ser pensados, não só pelos entusiastas e inventores desses carros que voam, mas pelo poder público e especialistas em segurança de transporte, afinal de contas, se apenas na horizontal os carros já se envolvem em tantos acidentes, imagine quando começarem a voar?

Enquanto isso, cuide do seu carro que anda

Carros voadores fazem parte de uma visão magnífica do futuro, que está, sim, cada vez mais próximo. Ainda assim, a perspectiva mais aceita, criada pela Porsche Consulting, é que somente em 2035 esse tipo de veículo se torne mainstream.

Até lá, seguimos com os pés e as quatro rodas no chão. Por isso, não deixe de realizar os cuidados básicos com seu carro, dirigir com prudência e respeito à vida, além de contratar um bom seguro veicular.

Soluções inteligentes para cuidar do seu carro

Para você que leu até aqui, temos uma solução inteligente para cuidar do seu carro, o Tracker Smart. Com esse sistema inovador, você tem o rastreio do seu veículo na palma da mão e na tela do smartphone, com funções muito práticas e seguras, como localização em tempo real, bloqueio via bluetooth e âncoras digitais.

Quer saber mais sobre as soluções da Tracker? Acesse o link a seguir e faça sua cotação: https://solucaotracker.com.br/ 


Categoria: