Novidade é aqui mesmo!

Blog da Tracker

Fique por dentro de tudo que acontece no Universo Tracker - notícias, estudos, ocorrências de roubo ou furto, novidades, lançamentos de produtos e muito mais! Chegou o Blog da Tracker!

ilustração caçador tracker
O Caçador Tracker
June 26, 2020

Como fazer o checklist da manutenção preventiva de caminhões

Checklist de manutenção preventiva de caminhões

Como fazer o checklist da manutenção preventiva de caminhões

Manter uma frota de caminhões em alta performance é essencial para obter resultados no mercado do transporte de cargas. Entre as ações mais importantes para garantir esse desempenho, o checklist da manutenção preventiva de caminhões representa um dos melhores investimentos na gestão da frota.

Nesse checklist, deverá conferir:

  • Nível e tempo de rodagem do óleo do motor;
  • Nível de água e fluido do radiador;
  • Pressão dos freios;
  • Desgaste de lonas e pinças dos freios;
  • Estado dos pneus;
  • Vedação do tanque e consumo de combustível;
  • Bateria e sistemas elétricos;
  • Funcionamento das luzes;

É recomendado que esses itens sejam checados ao menos uma vez por semana. Para otimizar o tempo da empresa, o ideal é manter uma equipe mecânica atualizada e bem treinada para verificar os requisitos de segurança.

Itens da manutenção preventiva de caminhões

A manutenção preventiva deve seguir um checklist metódico para certificar o pleno funcionamento do veículo, eficiência no seu uso e segurança para o motorista e a carga. 

Confira como deve ser realizada a manutenção preventiva de caminhões e saiba como orientar o gerenciamento e cuidado com a sua frota.

Óleo do motor

O óleo do motor tem a função de lubrificar as peças móveis e diminuir o atrito entre elas, além de atuar no resfriamento e limpeza dos mecanismos do sistema.

Para evitar desgaste excessivo e falhas mecânicas, é importante conferir se o nível de óleo do motor está acima do mínimo recomendado. Também recomenda-se verificar se há vazamentos, que podem ser identificados através de manchas nos componentes do motor e poças sob o veículo.

Vazamentos não só aumentam o risco de falta de óleo no sistema, provocando danos maiores, como também impede que o óleo do motor cumpra todas as suas funções.

Por fim, é válido ficar atento ao limite de quilometragem ou tempo desde a última troca de óleo. Use sempre produtos de qualidade e nunca exceda o limite recomendado. Lembrando que o mesmo vale para o filtro do óleo.

Sistema de refrigeração do motor

Essencial para manter o bom funcionamento do motor, o sistema de refrigeração atua através da circulação do líquido de arrefecimento pelo conjunto do motor, diminuindo a temperatura, incluindo do óleo do motor.

Além da bomba, válvula termostática e radiador, é importante manter o reservatório de água cheio e acrescentar aditivo para aumentar a capacidade de refrigeração e manter as peças protegidas da corrosão provocada pela umidade.

Sistema de freios

Falhas no sistema de frenagem causam acidentes gravíssimos, portanto deve ser uma prioridade no checklist de manutenção preventiva do caminhão. O mais comum para veículos pesados é o uso de um sistema pneumático de freios.

Nesse quesito, a pressão de ar entregada pelo compressor aos atuadores deve estar adequada e livre de vazamentos, o que poderia ocasionar perda na força de frenagem.

Também é imprescindível ficar de olho nas pinças e lonas dos freios. Tais componentes têm vida útil determinada pelo nível de desgaste e devem ser substituídos caso o limite tenha sido alcançado.

Cuidados com os pneus

Verificar as condições do pneu é essencial para a segurança nas estradas.

Pneus em boas condições de rodagem, incluindo o pneu reserva, garantem a segurança, aderência e estabilidade do veículo durante as viagens.

Na manutenção do caminhão, deve-se conferir os sulcos na banda de rodagem do pneu, que assim como as pinças de freio, contam com um valor mínimo de profundidade para poder rodar, sendo entre 2 e 3 mm, de acordo com o peso do veículo.

Todos os pneus certificados pelo INMETRO contam com indicadores de desgaste na lateral, mas vale a pena investir em medidores de precisão para aferir a profundidade.

Durante a inspeção dos pneus, também é recomendado analisar se os mesmos apresentam trincas e desníveis, bem como realizar a calibragem e certificar que a pressão interna está sendo mantida.

Tanque de combustível

Verificar se o tanque de combustível do caminhão está apresentando vazamentos ou problemas de vedação no bocal é altamente relevante, uma vez que não só isso pode ocasionar perda de combustível, como permite a entrada de sujeira no compartimento.

Além disso, é recomendado manter o nível de combustível acima da metade, para evitar o acúmulo de umidade e corrosão no tanque, que pode danificar o motor, principalmente quando se usa com frequência o combustível da reserva.

Elétrica e sinalização

O sistema elétrico do caminhão tem um papel importantíssimo ao veículo em todas as etapas do seu uso e também para o sistema de sinalização, essencial para a segurança nas estradas.

Verificar a carga da bateria, funcionamento do alternador e se o motor de arranque está pegando de primeira fazem parte da lista de inspeção periódica. 

Por outro lado, certificar-se a respeito do funcionamento das luzes da sinalização, como luz de freio, de posição, faróis e setas, deve ser uma preocupação diária no uso do caminhão, como parte das medidas de segurança no trânsito e cumprimento à legislação.

Experiência do motorista

Quem está na linha de frente e dirige os caminhões da sua frota é uma das pessoas mais capacitadas para indicar possíveis problemas. Investir na capacitação desses profissionais e solicitar relatórios frequentes pode agilizar a identificação e reparo de itens defeituosos.

Muitos problemas mecânicos são identificados através de ruídos incomuns que acontecem durante o uso do caminhão, seja na partida ou quando o mesmo atinge maiores velocidades. Dessa forma, o motorista pode apontar essas falhas por ter maior experiência por trás do volante.

Checklist do controle de frotas

É muito importante realizar uma a conferência geral do veículo antes e depois de uma entrega, primeiro para certificar as suas boas condições na hora de pegar a estrada, depois para conferir se houveram danos pontuais no veículo ou mesmo na cabine.

Nesse momento, os itens que devem ser checados e registrados são:

  • Placa e identificação do veículo
  • Nome do motorista;
  • Data e tipo de inspeção (entrada ou saída);
  • Local e responsável pela inspeção;
  • Relatório de itens aprovados e/ou reprovados;
  • Inspeção estética;
  • Data da última revisão;
  • Próxima revisão programada;
  • Histórico do veículo.

Ao implementar o checklist do controle de frota, o gestor da frota de transportes evita surpresas desagradáveis e acidentes que ocorrem por falhas nas inspeções anteriores ou defeitos que surgiram depois da última validação.

Dica bônus: excelência no gerenciamento de frotas

Realizar a manutenção preventiva é uma entre várias medidas recomendadas para realizar o gerenciamento da frota de caminhões com máxima eficiência e satisfação dos clientes e colaboradores.

Para incentivar a sua busca por excelência, separamos alguns fatores importantes para otimizar na sua gestão.

Capacitação

Investir em treinamentos e capacitação da equipe no uso das ferramentas disponíveis é essencial para manter o alto desempenho da sua frota. 

Motoristas devem estar atualizados em relação a legislação e técnicas de direção, mecânicos devem contar com ferramentas e treinamento especializado para os veículos da frota e a logística deve ter acesso a softwares de gestão que facilitem a visualização do panorama das entregas.

Planejamento

Com as ferramentas adequadas e o conhecimento necessário para realizar um excelente trabalho, planejar as ações de maneira antecipada contribui para uma estratégia de sucesso no ramo dos transportes de carga.

Identifique as necessidades e prioridades do mercado e dos seus clientes e busque atendê-las com agilidade e eficiência.

Medidas de segurança

O transporte de cargas no Brasil oferece ainda o desafio de garantir a segurança do caminhão, da carga e do motorista, já que roubo de cargas segue ameaçando a lucratividade do negócio.

Nesse ponto, recomenda-se implementar medidas de segurança eficientes, que incluem:

  • Contratar um bom seguro com cobertura total;
  • Instalar dispositivos rastreadores nos veículos;
  • Planejar e variar as rotas;
  • Estudar a possibilidade e necessidade de escolta.

O Grupo Tracker é especialista no rastreamento e recuperação de veículos, oferecendo sempre a última palavra em tecnologia para aumentar a segurança e evitar prejuízos para proprietários e gestores de frota. Veja como podemos contribuir para a sua tranquilidade com nossa tecnologia e experiência!


Categoria: