icone  esqueço

Fique por dentro de tudo que acontece no Universo Tracker - notícias, estudos, ocorrências de roubo ou furto, novidades, lançamentos de produtos e muito mais! Chegou o Blog da Tracker!

Novidade é aqui mesmo!

Blog da Tracker

ilustração caçador tracker
O Caçador Tracker
April 7, 2022

Gestor de frota: competências essenciais para potencializar resultados

gestor de frota

Gestor de frota: o que fazer para potencializar os resultados? 

A rotina de um gestor de frota é cercada por vários desafios: garantir a disponibilidade e a conservação dos veículos, manter a segurança dos condutores, fazer um controle de gastos eficiente, monitorar os resultados, planejar rotas, entre outros. 

Mas, o que fazer para cobrir todos esses pontos e ter uma gestão sem gargalos, com mais produtividade e eficiência? É isso que discutiremos a partir de agora.

Neste artigo, mostraremos quais são as competências de um gestor de frota e como elas podem ajudá-lo a melhorar a sua rotina de trabalho. Acompanhe! 

Leia mais em: como funciona o rastreamento de cargas: guia completo

O que faz um gestor de frotas? 

É o profissional responsável por controlar os veículos que são utilizados em uma companhia, seja para o transporte de mercadores, colaboradores, passageiros ou prestadoras de serviços. 

Na rotina do gestor de frota, é necessário trabalhar com planejamento, verificação dos gastos, controle, observar se as entregas estão sendo executadas, analisar como está o relacionamento dos membros da equipe e definir estratégias para otimizar a qualidade da frota. 

O gestor de frota consegue descobrir se há um gargalo no processo ou se é possível reduzir os custos sem perder a eficiência. O profissional também busca aproveitar as melhores oportunidades, além de trabalhar a otimização de tempo e dinheiro. 

Leia mais em:

Quais são as competências de um gestor de frota? 

Para ter sucesso no controle de frota, é fundamental desenvolver algumas competências. A partir de agora, destacamos quais são as mais importantes e como elas podem influenciar em sua rotina de trabalho. 

Organização 

Em uma frota, atrasos ou prorrogações nas entregas podem prejudicar a reputação da equipe e da empresa. Por isso, é fundamental ter organização durante a rotina de trabalho. Você deve estabelecer prioridades de forma correta para impedir sobrecarregar os colaboradores. 

Como um gestor de frotas trabalha com várias pessoas e tem muitas tarefas, é fundamental contar com o apoio de um check-list para facilitar a organização da rotina. 

Habilidade para treinar a equipe 

Um bom gestor de frota é aquele que conhece as fragilidades da sua equipe e busca treinamentos para otimizar o trabalho. Quanto mais preparados eles estiverem, os funcionários terão mais agilidade e assertividade em suas tarefas.

Atualização constante do mercado 

Ter conhecimento é fundamental para o sucesso de um gestor de frota. Descobrir as principais novidades do mercado ajuda a tomar decisões mais ágeis e assertivas. 

Você precisa compreender e observar tudo que está em sua volta, quais são as principais tecnologias que surgem no mercado, o que fazer para controlar tempo de movimentação e descanso, como controlar os gastos da operação com mais eficiência, entre outras questões. 

A isca de carga, por exemplo, é uma solução que ajuda a identificar produtos em casos de roubos e furtos. A tecnologia é ainda mais urgente em um cenário em que esse tipo de crime é cada vez mais frequente em nosso país

Quando falamos sobre conhecimento, você também não pode ignorar questões relacionadas às medidas de segurança no transporte de cargas. Afinal, os condutores precisam ter tranquilidade durante todo o trajeto.

Padronização de processos 

Outra habilidade interessante é sempre buscar a padronização de processos. Dessa forma, todas as tarefas relacionadas à frota são aplicadas conforme o padrão que foi definido. 

Uma alternativa para executar essa padronização é definir uma política de frotas. Assim, todos os novos funcionários conseguem se adaptar com facilidade a forma de trabalho da empresa, fazendo com que a integração ocorra com mais praticidade e eficiência. 

Gerenciamento financeiro 

Na área financeira, o gestor de frota deve administrar o orçamento, procurar formas de evitar desperdícios e descobrir quanto de dinheiro é gasto, como isso é feito e por quê. 

Por exemplo: qual é o gasto de um determinado trajeto, quais são os valores relacionados a manutenção e combustível, qual é o salário dos condutores, entre outras questões. 

Você também deve fazer o planejamento detalhado de todos os custos futuros para que o orçamento não ultrapasse o limite. 

Gerenciamento de veículos 

Os veículos são a peça-chave de uma frota. Por isso, a manutenção precisa estar em dia para que eles funcionem sem problemas. 

Você deve redobrar a atenção não só com a manutenção, mas também na maneira como os colaboradores estão conduzindo o veículo. 

Quando o veículo está com manutenção em dia, é possível evitar diversos acidentes. 

Leia mais também em: revisão de carros: saiba como realizar a manutenção preventiva

Controlar as rotas 

Você deve descobrir o local onde estão os seus veículos e conhecer quais são as rotas mais utilizadas. 

Por isso, é essencial aplicar a roteirização, isto é, planejamento do percurso dos veículos, sempre buscando o trajeto com mais segurança, economia e agilidade. 

Ao controlar as rotas, você consegue comunicar melhor o cliente sobre a posição da mercadoria, além de verificar se o condutor está trabalhando conforme delegado.

O profissional deve verificar quais são as rotas mais eficientes e buscar tecnologias que possam auxiliá-lo a ter trajetos com mais qualidade, como rastreadores veiculares.

Com o auxílio de um GPS, você pode procurar por outros tipos de trajetos, trazendo mais eficiência para a rotina da equipe.

Analista de dados 

O gestor de frotas também deve acompanhar os resultados que impactam diretamente nos veículos, como: infrações e custos com mecânica. 

No entanto, em grande parte dos casos, o profissional não tem um controle sobre essas informações ou os dados estão descentralizados. 

Esse tipo de cenário é muito ruim porque não é possível descobrir quais são os pontos positivos do controle de frota e o que precisa melhorar para potencializar os resultados. 

Para ter um novo olhar sobre a frota, é importante monitorar vários tipos de dados. 

  • Consumo médio e gasto com combustível;
  • Quilometragem atual de cada veículo;
  • Ocorrência de acidentes durante o expediente. 

Quanto mais informações você tiver, mais fácil será para controlar a gestão de frotas, criar estratégias assertivas e garantir desenvolvimento para a empresa. 

Controle da legislação 

Nunca é demais lembrar o quanto é importante garantir que a frota esteja de acordo com a lei. Você deve investigar se os veículos estão em dia, se há irregularidades com o seguro, se algum condutor está com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida, o quanto as multas comprometem o fluxo de caixa, entre outras questões. 

Aqui, mencionamos as principais características de um bom gestor. No entanto, vale buscar outras maneiras de se aperfeiçoar constantemente. Afinal, quanto mais preparado estiver em sua rotina, mais resultados positivos conquistará pelos próximos meses. 

Após descobrir as principais informações sobre o trabalho de gestor de frota, conheça algumas tecnologias automotivas que ajudam a otimizar o seu trabalho, trazendo mais agilidade e eficiência. 

Categoria: