Novidade é aqui mesmo!

Blog da Tracker

Fique por dentro de tudo que acontece no Universo Tracker - notícias, estudos, ocorrências de roubo ou furto, novidades, lançamentos de produtos e muito mais! Chegou o Blog da Tracker!

ilustração caçador tracker
O Caçador Tracker
October 14, 2020

Multas de carro: 3 dicas para evitar infrações na rodovia

como-evitar-multas

Multas de carro: 3 dicas para evitar infrações nas rodovias

Quem transita muito por rodovias a trabalho ou mesmo que seja de vez em quando, em viagens com a família, costuma ter medo das multas de carro. Nada pior do que chegar da viagem de volta e em pouco tempo receber a multa. Isso quando a aplicação da multa não é feita por um policial rodoviário.

A causa das infrações são muitas, podendo variar de gravidade segundo o CTB, Código de Trânsito Brasileiro. Nas rodovias federais, as chamadas BRs, é função da Polícia Rodoviária Federal realizar a fiscalização e autuação de motoristas infratores.

Muitos motoristas se revoltam com a aplicação de multas, mas é importante entender que a legislação de trânsito tem o objetivo de garantir a segurança de todos. Mesmo com a fiscalização e aplicação de multas, a imprudência e desrespeito às leis de trânsito ainda são causa principal de acidentes.

Pensando em garantir sua segurança nas estradas e tranquilidade para voltar para casa sem multas, reunimos aqui as multas de carro mais comuns nas rodovias brasileiras, dicas de como evitá-las e como converter multas em advertência. Confira:


Antes de falarmos sobre multas de carro, vamos entender o motivo de sua existência, que é evitar acidentes e riscos do trânsito. Segundo pesquisa de 2017, a principal causa de acidentes era a falta de atenção dos motoristas, responsável por mais de 42 mil acidentes.

Para se ter uma ideia, a segunda causa era não manter distância de segurança do veículo à frente, com 8.130 acidentes. Esses dados mostram que os motoristas não adotam uma postura de direção defensiva e preventiva, sinalizando e prestando atenção aos sinais fornecidos por outros carros.

Completando as 4 principais causas de acidentes de trânsito, temos velocidade excessiva e falhas mecânicas, 6.024 e 5.403 acidentes registrados, respectivamente.

Com base nisso, podemos dizer: dirija com cuidado, respeite a velocidade máxima permitida, mantenha a atenção redobrada nos outros motoristas e faça uma revisão completa no veículo antes de pegar a estrada. É como dizem, antes chegar atrasado nessa vida do que adiantado na próxima.

Principais multas em rodovias

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, as principais causas para multas de carros viajando em rodovias foram as seguintes entre 2017 e 2020:

  1. Transitar em até 20% acima da velocidade máxima permitida;
  2. Luz baixa apagada ao transitar durante o dia;
  3. Transitar de 20% a 50% acima da velocidade máxima da via;
  4. Ultrapassagem em local proibido;
  5. Condutor não usar cinto de segurança;
  6. Veículo transitando com licenciamento vencido;
  7. Equipamentos de segurança obrigatórios em falta ou desacordo com o CONTRAN;
  8. Condutor sem habilitação;
  9. Veículo em mau estado de conservação;
  10. Passageiro sem cinto de segurança.

Vamos entender melhor as principais infrações de trânsito, suas gravidades, penalizações e riscos para os ocupantes dos veículos, bem como outros automóveis na via.

Excesso de velocidade

A multa de carro mais frequente é o excesso de velocidade. Ocupando em diferentes gravidades a primeira e terceira colocação. O risco dessa infração nas rodovias é que quanto mais rápido o veículo se encontra, mais rápida e precisa deve ser a reação do motorista no caso de um imprevisto.

Ainda assim, essa infração de trânsito é tão comum que apenas em janeiro de 2019, 4 mil condutores foram pegos em flagrante e receberam essa multa viajando pelas rodovias.

Para excesso de até 20% da velocidade máxima, a infração é média, rendendo 4 pontos na CNH e multa no valor de R$ 130,16. Na faixa de 20% a 50% acima da velocidade máxima, a infração se torna grave, com 5 pontos na CNH e o valor da multa subindo para R$ 195,23.

Luz baixa apagada

A luz de posição ou luz baixa se tornou obrigatória para veículos transitando em vias públicas e rodovias, nas seguintes condições:

  • No período da noite, em qualquer local ou situação;
  • Durante o dia, em rodovias e túneis.

A luz acesa aumenta a visibilidade do veículo para outros motoristas, principalmente durante a utilização dos espelhos retrovisores. Motoristas que forem pegos com faróis de posição apagados nas rodovias cometem infração grave, somam 4 pontos na CNH e pagam multa de R$ 130,16.

Ultrapassagem proibida e perigosa

Considerada uma infração gravíssima pelo CTB, a ultrapassagem proibida feita pela contramão em trechos de faixa contínua é uma das principais causas de acidentes fatais, já que podem resultar em colisão frontal em alta velocidade.

A penalidade aplicada para motoristas flagrados cometendo essa infração é de 7 pontos na CNH e a multa de carro chega ao valor de R$ 1.467,35. Caso o condutor seja reincidente na infração no período de 12 meses, o valor da multa é dobrado.

Falta do cinto de segurança

Com a velocidade média nas estradas e o potencial risco de acidentes, é surpreendente que muitos ocupantes de veículos não se preocupem em utilizar corretamente o cinto de segurança. Muitos alegam desconforto, mas sabemos que as sequelas de um acidente podem ser muito mais "incômodas".

Para condutores sem cinto de segurança, a infração de trânsito é grave e rende 5 pontos na CNH. A mesma multa de carro é aplicada caso um dos passageiros, no banco dianteiro ou traseiro, esteja sem cinto. É responsabilidade do condutor exigir o uso do cinto antes de iniciar a viagem.

3 dicas para evitar multas de carro

Agora que já sabemos as principais razões para aplicação de multas de carro, vejamos alguns hábitos que evitam que se cometa uma infração de trânsito, seja proposital ou não. Confira:

1. Faça a revisão do veículo

O primeiro passo é bem simples e envolve a manutenção de veículos. Fazer a revisão antes de viajar evita muitas multas de carro, além de diminuir as chances de acidentes e falhas mecânicas. Siga as recomendações de cuidados com o carro

Peça para o mecânico checar a qualidade dos pneus, funcionamento das luzes, itens obrigatórios e níveis de óleo e água.

2. Respeite limites de velocidade e sinalização

Fique atento à sinalização de trânsito ao viajar de carro nas rodovias, seguindo as indicações e mantendo a velocidade abaixo do limite máximo. Com o uso de aplicativos como o Waze e Google Maps, é possível acompanhar o limite de velocidade mesmo que não haja sinalização em placas.

E lembre-se, não vale respeitar os limites apenas nos trechos com indicação de radar de velocidade. Evitar multas de carro é importante, mas evitar acidentes é muito mais.

3. Use cinto de segurança

O cinto de segurança é um equipamento indispensável para o uso do veículo, seja no trânsito urbano quanto viajando de carro nas rodovias. Modelos mais atuais são mais confortáveis e eficientes, valendo a pena atualizar o modelo utilizado no veículo.

No geral, é uma questão de se habituar e não dar chance ao acaso para se manter seguro, além de evitar uma multa de carro por uma infração extremamente fácil de não cometer.

Como consultar e recorrer de multas

Vale destacar que multas de carro por excesso de velocidade costumam ser aplicadas por radares fixos, onde a notificação é feita por carta enviada ao endereço do proprietário do veículo. Se você ficou na dúvida se cometeu tal infração, é possível consultar se a multa foi aplicada.

Para isso, basta acessar o sistema Nada Consta da PRF, informar a placa do veículo e número do RENAVAM.

Motoristas autuados também podem recorrer da multa. Para isso, você deverá apresentar uma defesa prévia à PRF, onde se posiciona contra à infração e apresenta seus argumentos, além de informar o condutor do veículo no momento da autuação.

Normalmente, há poucas garantias de que a defesa seja aceita. Por isso, é importante entrar com recurso na JARI - Junta Administrativa de Recursos de Infração. Aqui, é interessante destacar que o pedido pode ser analisado em 2 instâncias diferentes.

Há ainda a possibilidade de converter multa em advertência, eliminando os pontos na CNH e o valor da multa. Esse recurso pode ser utilizado em multas de carro de gravidade leve ou média, onde o condutor não pode ser reincidente em infrações similares pelo período de 12 meses antes da autuação.

Para isso, é necessário preencher um formulário conforme o modelo disponibilizado pela PRF, anexar evidências de não ser reincidente e apresentar o pedido de advertência junto ao órgão responsável.

Segurança nas estradas brasileiras

Evitar multas de carro viajando pelas estradas brasileiras é relativamente simples, sendo importante colocar o bem-estar de todos acima de questões pessoais, como pressa ou desconforto. Lembre-se de usar o cinto de segurança, respeitar os limites de velocidade e sinalização.

Falando em segurança para o seu veículo, recomendamos que conheça o serviço da Tracker. Oferecemos rastreamento veicular de alta qualidade e eficiência, ideais para veículos particulares e frotas que buscam maior tranquilidade nas estradas nacionais. Você pode fazer uma cotação online com um de nossos consultores, proteja seu veículo e dirija tranquilo!


Categoria: