Novidade é aqui mesmo!

Blog da Tracker

Fique por dentro de tudo que acontece no Universo Tracker - notícias, estudos, ocorrências de roubo ou furto, novidades, lançamentos de produtos e muito mais! Chegou o Blog da Tracker!

ilustração caçador tracker
O Caçador Tracker
June 5, 2020

Veja como funciona um rastreador veicular e suas tecnologias

como-funciona-um-rastreador-veicular

Veja como funciona um rastreador veicular e suas tecnologias

Saber como funciona um rastreador veicular pode ajudar a tomar uma decisão sobre qual deles é o mais adequado para a aquisição e instalação em um veículo. Afinal, existem tecnologias diferentes disponíveis no mercado e não é incomum que as dúvidas apareçam antes de escolher um modelo.

Um rastreador é um dispositivo instalado no veículo para fornecer sua localização em tempo real. Para isso, o aparelho é integrado a um sistema de operação de rastreamento formado por uma rede de comunicação. O rastreador recebe um sinal e, por sua vez, responde emitindo as informações sobre sua localização geográfica e trajetória .

Os rastreadores se tornaram um reforço para a segurança de veículos no Brasil e no mundo. Segundo os números do Global Market Insights, o setor de rastreamento de veículos pode faturar até US$ 11 bilhões até 2024. O investimento compensa: dados da Smartia mostram que mais 90% dos veículos furtados ou roubados que possuem rastreadores são recuperados.

Além disso, a instalação do rastreador tem outros benefícios: pode reduzir o preço da contratação de uma apólice de seguro auto. Para algumas corretoras, a presença do dispositivo no veículo é uma exigência contratual para fechar o negócio.

Investir em segurança nunca é demais, ainda mais quando a intenção é proteger bens tão valiosos e muito visados pelos ladrões como carros, motocicletas, veículos utilitários e caminhões.

Por isso, neste artigo, você vai saber sobre rastreador de carros: como funcionam e como atrapalham — e muito —a vida dos bandidos.

Como funciona um rastreador veicular GPS?

A sigla GPS vem do inglês Global Positioning System, que significa Sistema de Posicionamento Global. Essa tecnologia já existe há mais de duas décadas e evoluiu bastante até chegar aos smartphones, equipamentos eletrônicos,esportivos e tantos outros, como os rastreadores veiculares modernos.

Para localizar um veículo, o GPS usa uma rede de satélites que estão na órbita terrestre. Esses satélites se comunicam entre si traçando uma triangulação e, dentro dela, é possível localizar um rastreador em qualquer lugar do planeta.  

Imagem: Pixabay

Os satélites do sistema de GPS fazem cálculos muito rápidos e complexos. Eles utilizam a Linha do Equador e o Meridiano de Greenwich como pontos de referência e fazem uma varredura em uma área pré-determinada para detectar a coordenada geográfica emitida por um rastreador veicular.

Quanto maior a quantidade de satélites trabalhando em uma rede de GPS, mais precisa é a localização de um rastreador. No caso dos rastreadores veiculares, a precisão pode depender de alguns fatores, como a qualidade do aparelho e sua capacidade de transmitir os dados captados pelos satélites até os servidores do sistema de rastreamento.

Como funciona um rastreador veicular GPRS?

O sistema de rastreamento por GPRS (General Packet Radio Service) funciona de forma semelhante ao GPS, mas sua varredura para localizar um veículo é feita através das várias antenas de telefonia posicionadas nas cidades.

Imagem: Unsplash

Os rastreadores veiculares GPRS usam a tecnologia GSM (Global System for Mobile Communications),ou Sistema Global para Comunicações Móveis, para receber o sinal da rede de rastreamento e transmitir os dados da sua localização aos servidores.

Dessa forma, o GPRS traça uma quadrangulação através dos sinais que são constantemente transmitidos entre as antenas, criando uma área de cobertura para localizar o rastreador veicular. A localização de cada antena serve como ponto de referência para realizar o cálculo da posição e da trajetória do veículo dentro de sua área de cobertura.

A precisão da localização geográfica de um rastreador veicular GPRS também depende de fatores como intensidade e alcance do sinal emitido pelas antenas de telefonia, qualidade do rastreador e sua capacidade de transmissão de dados à central de rastreamento.

Como funciona um rastreador veicular RF?

RFID (Radio-Frequency Identification) ou RF, como é mais conhecida, é a sigla para Identificação por Radiofrequência. Suas bases tecnológicas já estavam presentes nos radares utilizados na Segunda Guerra Mundial para que militares pudessem antecipar a aproximação de um avião inimigo.

Com a lapidação dessa tecnologia, a RF é amplamente utilizada na automação industrial, rastreamento de cargas, localização de animais, crachás de identificação, como substituto do código de barras, cobrança de pedágios e até para validar documentos como passaportes.

Imagem: Pexels

Suas possibilidades de utilização da radiofrequência são muito variadas, inclusive em um rastreador de carros. Como funciona em locais isolados e profundos, a RF, como é mais conhecida, foi incorporada aos sistemas de segurança.

A Tracker foi pioneira no Brasil ao adotar a tecnologia de RF de longo alcance para complementar e otimizar seus sistemas de rastreadores. Agregar a radiofrequência aos rastreadores GPS/GPRS otimiza as possibilidades de localização dos veículos: um dispositivo RF autônomo emite uma frequência exclusiva captada pela central de rastreamento mesmo se o veículo estiver em áreas restritas ou ambientes fechados, como garagens, depósitos e túneis.

Qual a diferença entre rastreamento e monitoramento?

Depois de saber um pouco mais sobre como funciona um rastreador veicular e suas diferentes tecnologias para localizar um veículo, é válido compreender também as diferenças entre os conceitos de monitoramento e de rastreamento.

Sistema de rastreamento

Quando um proprietário de um veículo opta por um plano de rastreamento, geralmente é ele quem precisa avisar a central contratada para comunicar o roubo ou furto de seu carro ou moto. Essa central, por sua vez, ativa o sistema de busca pelo rastreador veicular.

Em tempo real, o sistema define a localização geográfica do veículo que, por sua vez, é imediatamente repassada pela equipe de rastreamento às autoridades competentes. Assim, os agentes de segurança têm a localização para iniciar suas operações de recuperação do veículo rastreado.

Sistema de monitoramento

Os sistemas de monitoramento são muito utilizados no ramo de transportes e logística. Além de atuar no rastreamento e localização em casos de roubo e furto, esse tipo solução também conta com sensores específicos capazes de gerar dados sobre a utilização do veículo.

Esses sensores são capazes de fornecer dados importantes para a administração de frotas, como informações em tempo real sobre o trajeto em execução, possíveis ocorrências na rota, horários de deslocamento, condições mecânicas e autonomia do veículo, além de ser uma ferramenta utilizada para o acompanhamento de cargas.

Alguma dúvida? A Tracker resolve!

Se você ainda precisa de ajuda para entender mais sobre como funciona um rastreador veicular e qual sistema é o ideal para proteger seu veículo, a Tracker vai te ajudar!

Nossas tecnologias de ponta e soluções veículos para pessoa se empresas já foram responsáveis pela recuperação de mais de R$ 4,4 bilhões em patrimônios. Conheça nossas soluções para roubo e furto, gerenciamento de frotas e serviços personalizados para rastreamento e monitoramento de carros de passeio, motocicletas, veículos corporativos e cargas.

 

Categoria: